Buscar
  • À Sua Saúde

Por que estamos nos sentindo mais cansados e até grogues, durante o lockdown?


Desde o começo da pandemia do novo coronavírus, pessoas de todo o mundo tiveram que se acostumar rapidamente a passar um tempo cada vez maior em casa e em ambientes fechados.


As interrupções na vida cotidiana têm sido de grande alcance. Enquanto alguns tiveram que se acostumar a trabalhar em casa todos os dias, outros foram incapazes de fazer qualquer coisa.


A maneira como nossas vidas se transformaram em tão pouco tempo, afetou fortemente nossas rotinas diárias, pois a maioria das pessoas não precisa mais acordar em um determinado momento para irem para escola ou trabalho.


Aparentemente, a situação de isolamento atual está criando um número crescente de pessoas experimentando sono intenso, cansaço e até confusão mental, em meio à pandemia do COVID-19.



A razão pela qual estarmos todos experimentando sonolência, pode estar relacionada a uma variedade de razões, afirmam pesquisadores da Universidade da California. Isso inclui: dormir em um horário que não combina com seu cronótipo (passar a madrugada em claro); não dormir por um longo período de tempo; não desfrutar de um sono de boa qualidade ou um problema subjacente, como apneia do sono (um distúrbio que geralmente resulta em ronco).


Embora esses motivos possam indicar porque as pessoas estão experimentando sonolência ocasionalmente, eles não esclarecem o motivo de haver um número crescente de indivíduos se sentindo assim durante a pandemia.


O médico Colin Espie, professor de Medicina do Sono da Universidade de Oxford, afirma que uma das principais razões pelas quais estamos nos sentindo atordoados, é a exposição reduzida à luz do dia.



Ele explica que a luz do dia é "o principal sinal biológico de alerta", razão pela qual a falta de exposição à essa luz faz com que as pessoas se sintam menos alertas.


Outro fator significativo para a sensação de sonolência durante o dia, é o impacto da ansiedade na qualidade do sono.


Estamos no meio de uma pandemia global de coronavírus e nos encontramos em um tempo sem precedentes de incerteza e estresse, enquanto processamos as implicações de todos os aspectos de nossas vidas. A maioria de nós sentirá um certo grau de ansiedade, podendo afetar a qualidade e a duração do sono.


Especialistas acrescentam que o fluxo constante de notícias sobre o surto de Covid-19 provavelmente está colocando muitas pessoas "em um estado de alerta máximo" e sentindo uma "sensação de desamparo", que pode ser um "gasto de energia" para elas.



Então, o que devemos fazer quando nos sentimos grogues?




Em primeiro lugar, é importante que você tente o seu melhor para manter uma rotina, tanto à noite como de manhã.


Tente manter os horários para dormir e acordar, mesmo que você não precise se levantar para ir ao trabalho no momento.


Funcionamos melhor quando mantemos um ritmo regular e dormimos o suficiente para atender às nossas necessidades individuais - Não fique mais do que normal na cama, e não durma durante o dia.


Algumas pessoas são corujas noturnas naturais, outras são matutinas naturais. Portanto, é bom entender sua tendência natural para dormir, afirmam especialistas do sono.


Se você estiver na cama e não conseguir dormir, sair da cama e fazer uma atividade pode ajudar a acalmar sua mente.



Apenas aceite que está tudo bem, você está lutando para dormir hoje à noite, saia da cama, vá para um quarto diferente, depois, com pouca luz, leia um livro ou ouça um podcast e só volte para a cama quando estiver com sono.


Se você ficar na cama lutando contra o sono, poderá acabar treinando seu cérebro para acreditar que sua cama é o lugar onde você está sempre se mexendo e se virando.


A exposição à luz natural durante a manhã e uma sessão diária de exercícios podem ajudar muito.


Tentar aliviar o seu estado de sonolência não é apenas um caso de fazer alterações na sua rotina matinal. A introdução de um ritual de encerramento à noite também pode ter um impacto positivo no seu bem-estar.


De acordo com diretrizes da saúde do sono, você deve se desconectar de seus dispositivos eletrônicos por pelo menos uma hora antes de ir para a cama e realizar atividades relaxantes, como tomar um banho quente, ler ou meditar.



Além disso, é importante limitar a quantidade de cafeína que você está consumindo durante o dia e o álcool que está bebendo à noite.



Tente manter hábitos saudáveis e uma boa noite de sono!









Fonte:Independent.uk.

0 visualização

(21) 2511-1101

©2019 por À Sua Saúde. Orgulhosamente criado com Wix.com